full
#666666
http://www.nelsonastur.com.br/wp-content/themes/zap/
http://www.nelsonastur.com.br/
#95C11E

VEPTR

    VEPTR® é a sigla em inglês para Vertical Expandable Prosthetic Titanium Rib que em português seria algo como Implante de Costela Vertical Expansível de Titânio.

    O implante VEPTR® é colocado cirurgicamente no paciente. Em alguns casos pode ser necessário mais de um implante VEPTR® na mesma cirurgia. Uma vez colocado, o aparelho pode ser alongado a medida que o paciente cresce, o que é chamado de cirurgia de expansão do VEPTR®.

    Informações Gerais 

     A cirurgia de colocação de VEPTR® é realizada para tratar pacientes com síndrome da insuficiência torácica. A insuficiência torácica é uma condição na qual a caixa torácica e os pulmões estão constritos a um ponto em que a respiração é afetada. Isto pode acontecer em algumas síndromes genéticas assim como na escoliose congênita, idiopática ou neuromuscular.
     O VEPTR® é normalmente utilizado para tratar indivíduos com escoliose progressiva que são muito jovens para realizarem uma cirurgia de artrodese e fusão da coluna, já que esta cessa o crescimento do tórax e do pulmão. À medida que o paciente cresce, o VEPTR® pode ser expandido, permitindo correção da curva e desenvolvimento do pulmão ao mesmo tempo. Em muitos casos, o VEPTR® é utilizado para prevenir progressão adicional da curva até que o paciente tenha idade suficiente e seus pulmões já estejam grandes o suficiente para que seja realizada a cirurgia padrão de artrodese da coluna. 
     O procedimento de VEPTR® pode ser feito também em pacientes que tem costelas deformadas, ausentes ou fundidas, expandindo o tórax e permitindo que o tórax e os pulmões se desenvolvam a medida que o paciente cresce. 
     O objetivo principal do VEPTR® é expandir o tórax e pulmões para permitir que eles se desenvolvam, assim como prevenir, e em alguns casos corrigir, a curvatura da coluna até que o paciente tenha capacidade pulmonar e torácica suficiente para ser submetido a uma artrodese da coluna. 
     Um dos maiores benefícios do VEPTR® é que ele pode ser alongado após sua implantação por procedimentos minimamente invasivos, permitindo crescimento contínuo do tórax e pulmões. Em muitos casos, o alongamento progressivo do VEPTR® pode atrasar a necessidade de uma artrodese por alguns anos ou mais. 
     Os riscos associados ao VEPTR® incluem infecção, sangramento, lesão nervosa das raízes ou da medula, soltura do implante levando a necessidade de troca ou ajuste, e outros riscos que dependem da natureza e complexidade da deformidade do tórax e da coluna, assim como da saúde do paciente como um todo. Apesar destes riscos serem raros, eles devem ser discutidos exaustivamente com o cirurgião antes de ser realizada a cirurgia. 
     A cirurgia inicial do VEPTR® pode durar de 3 a 6 horas. Isto irá depender da complexidade da deformidade e da condição clinica do paciente. Um procedimento típico de alongamento do VEPTR® pode levar uma hora ou menos.

    tratamento4

    Considerações do Tratamento 

     Pacientes que serão submetidos a cirurgia de VEPTR® serão avaliados por inteiro antes e após o procedimento. Antes da cirurgia, a maioria dos pacientes passarão por uma série de exames incluindo o de sangue, tomografia, ressonância magnética, testes de função pulmonar, e eventual avaliação de um pneumologista e um nutricionista. O paciente receberá cuidados de uma equipe completa de médicos e enfermeiros durante a cirurgia. Além da equipe de cirurgiões ortopédicos devidamente treinados em cirurgia de VEPTR®, a equipe consiste de um anestesiologista ambientado com cirurgia de deformidades da coluna, em alguns casos um cirurgião torácico, instrumentador cirúrgico e equipe de neuromonitorização fisiológica durante a cirurgia. Além disso, também compõe a equipe de sala as enfermeiras e técnicas de enfermagem familiarizadas com o procedimento e as necessidades do cirurgião. 
     Durante a cirurgia para o VEPTR®, o cirurgião fará uma incisão (corte) para expor a coluna e as costelas por meio de instrumentos especiais. Uma vez que a região a ser trabalhada esta exposta, o VEPTR® é colocado. O implante pode ser colocado entre duas costelas diferentes, entre a coluna e as costelas, ou entre as costelas e a pelve dependendo de cada caso. Em alguns casos, será necessário a colocação de mais de um VEPTR®. 
     Uma vez que o VEPTR® é implantado, ele será alongado. Neste momento, a equipe de monitorização neurológica acompanha e monitora as funções dos nervos. Quando o VEPTR® é alongado, é aumentada a distância entre os pontos de ancoramento. Isto leva o VEPTR® a forçar a região do tórax e/ou da coluna, auxiliando na correção da curva anormal da coluna. 
     Após o alongamento do VEPTR®, a incisão é fechada com pontos absorvíveis e feito curativo. O paciente acorda da anestesia e em geral é encaminhado para recuperação na UTI. A maioria dos pacientes passarão a primeira noite na UTI e receberão alta do hospital para casa entre 5 a 7 dias após a cirurgia. Alguns pacientes, em especial aqueles com função pulmonar diminuída, precisarão permanecer intubados, com auxílio de respirador durante a noite para que os pulmões descansem um pouco. 
     Em cirurgias de alongamento do VEPTR®, em geral não é necessário permanência em UTI nem manutenção prolongada de intubação. A maioria dos pacientes submetidos a alongamento devem ir para casa no dia seguinte à cirurgia. 
     Consultas de rotina serão necessárias após a cirurgia de VEPTR® pois ele foi desenvolvido para ser alongado à medida que o paciente cresce. A maioria dos pacientes serão submetidos a alongamentos do VEPTR®  duas vezes ao ano dependendo da sua resposta ao tratamento e taxa de crescimento. 
     Haverá também momentos em que algumas partes do VEPTR®  ou até mesmo todo o VEPTR® deverá ser trocada ou modificada. 
     Finalmente, como o propósito do VEPTR® é ajudar a corrigir a deformidade do tórax e/ou da coluna, enquanto o paciente cresce, a maioria dos pacientes serão submetidos a uma artrodese da coluna padrão assim que eles completarem crescimento suficiente.

    tratamento5

    default
    Abrindo posts...
    link
    #878787
    on
    loading
    off